Categoria : Dicas

3 impactos da LGPD: Entenda como preparar a sua empresa

3 impactos da LGPD: Entenda como preparar a sua empresa

A LGPD, ou Lei Geral de Proteção de Dados, foi criada no ano de 2018 e estabelece diretrizes para proteger os dados pessoais dos consumidores. Desde então muitos especialistas escrevem sobre os impactos da LGPD e como ela influenciará no dia a dia dos negócios. Ano que vem a lei entra em vigor e passa a ser fiscalizada pelo governo, portanto, se você ainda tem dúvidas do que precisa fazer para se adaptar a ela a hora de tirá-las é agora.

No artigo de hoje, mostramos alguns dos impactos da LGPD nas empresas, como lidar com eles e o que fazer para se manter em compliance. Pronto para aprender? Então vamos lá!

1. Impacto na captura, armazenamento e análise de dados

A Lei Geral de Proteção de Dados muda drasticamente a forma como as empresas captam, organizam, armazenam e analisam os dados que possuem. Ela estipula que qualquer tipo de violação ou exposição de dados precisa ser notificada ao usuário em até 72 horas, sob pena de multa, e determina que é responsabilidade da empresa manter seus dados protegidos.

Utilizar centralização de dados no seu negócio pode ajudá-lo a tornar a proteção deles mais simples. Considere uma ferramenta para auxiliá-lo a organizar todas as informações que a sua empresa coleta ao interagir com usuários.

Mas lembre-se: a LGPD exige que você descreva que dados está coletando e com que fim os utilizará. Essas informações devem estar claras para o usuário no momento da coleta.

2. Impacto nas ferramentas de gestão

Como a LGPD exige maior controle da parte das empresas em relação ao uso de dados, ela impacta especialmente negócios que fazem a gestão de dados para outros negócios (como empresas de armazenamento em nuvem, por exemplo).

Felizmente, porque a Lei tem muito em comum com a legislação europeia (GDPR), ferramentas estão sendo desenvolvidas para aumentar a transparência no uso de dados, possibilitando o controle dos registros e a implementação de solicitações de autorização ao usuário automatizadas e em conformidade com as novas regras.

Se a sua empresa ainda não começou a buscar uma solução desse tipo, é hora de falar com um especialista em LGPD para entender melhor as implicações e encontrar um recurso que funcione para as necessidades de dados do seu negócio.

3. Impacto na capacitação de funcionários

Por último, uma das áreas em que a LGPD tem maior impacto é na contratação e treinamento de profissionais de gestão de dados. Se a sua empresa já tem uma equipe responsável por isso, ela precisará de atualização para entender as novas regras e garantir que elas sejam cumpridas. Mas muitos negócios sequer contam com um profissional responsável pela coleta e armazenamento de dados, processo que até então ocorria com uso de ferramentas automáticas.

A Lei estabelece que controllers são os responsáveis pela aplicação de boas práticas para se trabalhar com dados. É preciso definir quem será o controller na sua empresa e que recursos ele terá a disposição para fiscalizar o uso de dados e evitar punições para o negócio.

Embora os impactos da LGPD sejam muitos, há várias estratégias que a sua empresa pode implementar hoje mesmo para começar a se preparar. O prazo para início da vigência da Lei é Agosto de 2020 e, até lá, entender as obrigações legais referentes a dados e criar uma política de privacidade para seu site são as melhores atitudes que a sua empresa pode tomar.

Elas lhe ajudarão a encontrar os pontos em que o uso de dados no seu negócio não está em conformidade com a Lei hoje e fazer ajustes para que o negócio esteja em conformidade até a data máxima.

E aí, conseguiu entender os principais impactos da LGPD nas empresas? Então você vai adorar os nossos conteúdos. Siga a gente nas redes sociais para não perder nenhuma atualização.